Ensino Fundamental

NAP – Núcleo de Apoio Pedagógico

NAP – 1

Turno Vespertino
Joelma Luz de Oliveira Prazeres – joelmaluz.maceio@marista.edu.br
Maria Zélia Medeiros – mzelia.maceio@marista.edu.br
Carlos César de Souza – ccesar.maceio@marista.edu.br

Conteúdos da Avaliação 2ª Etapa / 2013
2º Ano ensino fundamental
3º Ano ensino fundamental
4º Ano ensino fundamental

Para as demais os conteúdos encontram-se no Ambiente de Integração.
NAP – 2

Turno Matutino
Joelma Luz de Oliveira Prazeres – joelmaluz.maceio@marista.edu.br
Carlos César de Souza – ccesar.maceio@marista.edu.br
INFORMAÇÕES GERAIS:

1. Organização dos tempos => TRIMESTRAL.

2. Matriz Curricular
Fundamental I – 25h.
Fundamental II – Inclusão da disciplina de arte no 9º ano.

3. Módulo Aula
Fundamental I –   50 min.
Fundamental  II  – 50 min para todos os anos.

4. Horário
Fundamental I e II (6º e 7º anos) – 5 aulas -> De 13h15min  às 17h45min  com intervalo de 20min
8º e 9º anos – De 7h20min às  12h

5. Uniforme Escolar.

Veja modelos

Sistema de Avaliação:

DO PROCESSO DE AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM OU
DA AVALIAÇÃO DO RENDIMENTO ESCOLAR


A Avaliação é parte fundamental do processo educativo, dentro do processo maior do Ensino Aprendizagem. É um momento privilegiado, fazendo parte do esforço e desempenho de cada um(a), presente no dia-a-dia para a verificação da eficácia da ação pedagógica,  constituindo um processo global, contínuo e cumulativo, no qual todos os integrantes estão continuamente buscando os mesmos objetivos.


Art. 124 – A Avaliação da Aprendizagem se dará por meio de instrumentos próprios, buscando detectar o grau e o progresso do aluno em cada conteúdo e o levantamento de seus avanços e dificuldades.

Art. 125 – A metodologia da avaliação da aprendizagem a ser utilizada, de acordo com o Regimento Interno do Colégio Marista de Maceió,  será a seguinte:

§  1° – O ano letivo será dividido em 3(três etapas) e, ao final de cada etapa, será atribuída a cada educando uma média resultante das atividades desenvolvidas ;
§  2° – A média anual de promoção será 6,0;
§ 3° – A média anual será resultante das notas obtidas nas três etapas, multiplicadas por seus respectivos pesos, divididas pelos somatório destes;

§  4° – Serão oportunizados estudos de recuperação e uma nova avaliação ao final de cada etapa letiva para o aluno que não obtiver a média 6,0;

§ 5° – O aluno que não obtiver média anual igual a 6,0, em cada disciplina, será submetido a uma avaliação de recuperação final:

§  6° -  Será reprovado o aluno que, com média anual inferior a 6,0, não vier a participar do processo de recuperação final ou obtiver nesse processo média inferior a 6,0;

§  7° – Além da pontuação mínima da escola (média 6,0), é necessário que o aluno tenha uma freqüência igual ou superior a 75% para obter aprovação (Lei N° 9394/96, Art 24, inciso 6°);

§  8° – As avaliações serão contínuas e cumulativas, obedecendo a percentuais de conteúdos, conforme quadro abaixo:

OBSERVAÇÃO IMPORTANTE:

A nota da avaliação de recuperação da etapa será somada a média da etapa, e dividida por 2, resultando em nova média, seguindo a fórmula: média etapa (ME) + nota recuperação (NR) : 2 = 6,0.