ORIENTAÇÃO SOBRE INTERCÂMBIO DE ESTUDANTE

 

O Colégio Marista São Luís apresenta algumas orientações para o(a) estudante que desejar realizar intercâmbio no exterior, conforme a legislação educacional a Lei de Diretrizes e Bases 9394/96, no artigo 23 e a Resolução CEE/PE Nº 02, de 18 de novembro de 2002.

O(A) estudante brasileiro(a), que interromper sua escolaridade por um semestre ou um ano letivo, será reintegrado(a) ao semestre ou ano/série que iria normalmente cursar, considerando os aspectos a seguir.

  • Apresentar, até o último semestre cursado em escola brasileira, aproveitamento correspondente à média definida pelo Regimento Escolar.
  • Cursar ano/série equivalente ao ano que cursaria na escola de origem, a saber:
  • 10ª série – 1º ano EM.
  • 11ª série – 2º ano EM.
  • 12ª série – 3º ano EM.
  • Os certificados de conclusão de estudos da Educação Básica, em escola estrangeira, terão a sua validade condicionada a visto de regularidade emitido pela Secretaria de Educação do Estado, que observará as seguintes formalidades.
  1. visto pela autoridade diplomática brasileira, no país de origem;
  2. tradução por tradutor público juramentado, quando solicitada.
  • O(A) estudante com estudos inconclusos da Educação Básica, em nível médio, em escola estrangeira, deverá ser matriculado(a) em ano/série ou etapa que corresponda ao seu nível de escolarização, de acordo com as diretrizes curriculares nacionais e com o projeto pedagógico da escola brasileira de destino, segundo avaliação desta.
  • No retorno ao Colégio, o(a) estudante deverá ser reclassificado(a), tendo como base as normas curriculares gerais independentemente de escolarização anterior, mediante avaliação feita pelo Colégio, que defina o grau de desenvolvimento e experiência do(a) estudante(a) e permita sua inscrição no/na ano/série ou etapa adequada, conforme regulamentação do respectivo sistema de ensino.

 

Obs. 1: Antes de viajar, o(a) genitor(a) ou responsável preencherá um requerimento (em duas vias) a ser encaminhado à Direção do Colégio, indicando o afastamento do(a) estudante e o período.

  • No retorno, o(a) genitor(a) ou responsável preencherá um requerimento (em uma via) solicitando/apresentando à Direção do Colégio o reconhecimento dos estudos realizados em escola estrangeira.

 

Obs. 2: Convém esclarecer que a documentação acadêmica é uma exigência legal, pois garantirá a validade dos estudos realizados pelo(a) seu(sua) filho(a) no exterior.

 

Obs. 3: A documentação estrangeira tem que ser apresentada com a chancela e o selo do consulado brasileiro mais próximo da cidade onde o(a) estudante participou do Intercâmbio, com tradução feita por tradutor público juramentado, no prazo máximo de 90 dias.

 

Obs. 4: Para o(a) estudante em Intercâmbio que realiza a matrícula no início do ano letivo (janeiro / fevereiro) e tem data prevista de retorno para o mês de agosto:

  • o(a) responsável deverá procurar a secretaria do colégio no mês de julho confirmando o retorno do(a) estudante ao colégio através do preenchimento do requerimento. Nesse momento, a secretaria alterará no sistema acadêmico a situação de matrícula de INTERCÂMBIO PARA MATRICULADO(A).
  • após o procedimento anterior, o setor financeiro do colégio gerará a impressão do boleto bancário referente ao mês de retorno, conforme requerimento preenchido.

 

Obs. 5: Para o(a) estudante em Intercâmbio que não realizou a matrícula no início do ano letivo (janeiro / fevereiro):

  • a secretaria deverá alterar no sistema acadêmico a situação de matrícula de INTERCÂMBIO PARA PRÉ-MATRICULADO(A), providenciando a confecção do envelope de matrícula para ser entregue ao(à) responsável, avisando-o(a) que depois do preenchimento e assinatura nos documentos, eles deverão ser devolvidos à secretaria, junto à cópia do boleto pago.
  • após o procedimento anterior, deverá a secretaria confirmar no sistema acadêmico a situação de matricula de PRÉ-MATRICULADO(A) PARA MATRICULADO(A).

 

Obs. 6: Para garantir a vaga do(a) estudante em Intercâmbio no Colégio, o(a) responsável deverá suspender a vaga do(a) mesma, no início do ano letivo, pagar a primeira parcela do novo contrato e, no retorno, abrir a vaga e ajustar o contrato educacional, a partir do mês que o(a) estudante (re)iniciará os seus estudos.

 

Clique aqui e acesse o requerimento para interromper a escolaridade do estudante durante o período de intercâmbio.

 

 Atenciosamente,

A Direção