Novembro foi escolhido como o Mês Nacional de Segurança Aquática, com o objetivo de que escolas, clubes e parque aquáticos promovam ações explicando sobre a importância do cuidado que se deve ter ao utilizar a piscina.

O afogamento é a maior causa de mortes acidentais de crianças de 1 a 14 anos. Mortes essas que podem e devem ser evitadas. Com isso, aprender a nadar junto a outras medidas de segurança é fundamental para controlar afogamentos e outros tipos de acidentes nas piscinas.

A natação oferece ao atleta que a pratica além de saúde muitos benefícios ao corpo e quanto mais preparado estiver, mais segurança terá para a prática do esporte.

No Colégio Marista São Luís, durante os dias 21 e 22 de novembro, foram vivenciadas, nas aulas da escolinha de natação, ações de segurança. Os estudantes-atleta entraram na piscina e receberam informações como saber lidar numa situação de risco na água.

As aulas foram acompanhadas pelas professoras de natação Mirella Galvão e Manoela Cristina do Serviço de Escolinhas e Treinamento Esportivo (SETE), Mirella explicou a dinâmica da atividade “As aulas de natação desta semana estão engajadas em uma campanha nacional de segurança aquática, está sendo trabalhada uma aula de salvamento aquático, onde os estudantes entram na piscina de roupa e recebem informações de como agir em situações de perigo na água”.  

Abordar conteúdos de forma prática e de tamanha relevância é fundamental na concretização da proposta educativa do Marista São Luís.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Limpar formulárioEnviar