Aconteceu no Colégio Marista São Luís a Paródia Geográfica, que contou com a participação dos estudantes do 8º ano do Ensino Fundamental. A proposta do trabalho – guiada pelos professores regentes de Geografia, Paulo Cabral, e de Ética, Elvis Caio – era de que os estudantes construíssem uma paródia musical.

A Paródia Geográfica é um projeto que envolve os componentes curriculares de Ética e de Geografia. Nessa criação, os estudantes teriam que usar pelo menos 4 palavras estudadas nos assuntos vistos em sala de aula durante o trimestre escolar – Globalização, Revolução Industrial, Geografia e América  e associá-las a conteúdos de Ética.

É de forma lúdica e rápida que os estudantes vivenciam e se apresentam: primeiro escolhem uma música da qual retiram a letra original e depois a substituem pela paródia criada por eles. O trabalho é muito didático, envolve desde a criatividade dos estudantes até a exposição do que eles aprenderam, afirmou o professor Paulo Cabral.

Nesta perspectiva, ressalta-se a importância da construção de paródias como estratégias para o desenvolvimento de conceitos básicos de Geografia e Ética, de modo prazeroso, propiciando um aprendizado significativo e revelando mais uma ação eficaz para a garantia do exercício pleno para a efetiva cidadania, finalizou o professor.

Já Luís Eduardo Vitorino, estudante do 8º ano, disse que o trabalho foi bastante importante, não apenas pelo aprendizado, visto que envolvia redigir o conteúdo, mas por eles terem de conhecer os assuntos para, assim, poderem construir a letra da música. A dinâmica também foi bastante interessante, nos divertimos em grupo, com as outras salas e com os professores. Foi algo bastante legal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Limpar formulárioEnviar