O Colégio Marista Pio X foi fundado em 04 de março de 1894, ficando provisoriamente instalado no palacete Abiahy, então residência episcopal. Transportou-se logo depois para o antigo Convento de São Francisco, ali permanecendo durante 16 anos, juntamente com o seminário, porém tendo, cada um, seu regime.

O Colégio Pio X nasceu do ingente plano de reconstrução social do primeiro bispo da Paraíba, O Exmo. Rev. Dom Adauto Aurélio de Miranda Henriques, iniciando suas atividades educativas no dia 26 de abril de 1894, com a matrícula de dez alunos.

A partir dessa data até 1927, o Colégio Pio X esteve sob a direção de padres, do virtuoso clero secular da Paraíba, tão bem formado e cheio de zelo. No início de 1927, Os Irmãos Maristas foram convidados para assumir a direção do Colégio Pio X. Seu primeiro Diretor foi Ir. Mário Elói, cujo mandato se estendeu até 1934, quando o Colégio Pio X retornou à Diocese por término de contrato.

Em 1943, atendendo ao honroso convite de Dom Moisés Coelho e do Dr. Ruy Carneiro, então Interventor Federal, os Irmãos Maristas reassumiram a Direção do Colégio Pio X. Para importante cargo, foi designado o Ir. Antônio Reginaldo, saudosa memória, que reabriu o Colégio Pio X com 390 alunos.

A partir dessa data, os Irmãos Maristas foram desenvolvendo um Projeto Educativo marcado pela dimensão acadêmica, por uma efetiva ação pastoral, pelas práticas esportivas e pela arte e cultura. A história credencia o Colégio Marista Pio X como a maior e mais importante instituição de ensino particular de educação básica do estado da Paraíba, formando respeitáveis lideranças da sociedade paraibana e educando várias gerações.