Cfes2-Final-300x136

Este projeto faz parte do Programa Economia Solidária do Instituto Marista de Solidariedade – IMS. É uma cooperação entre o Ministério do Trabalho e Emprego – MTE – e União Brasileira de Educação e Ensino – UBEE (Convênio Nº 776106/2012), executado IMS, em parceria com os Fóruns Estaduais de Economia Solidária da Região Sudeste e o Fórum Brasileiro de Economia Solidária – FBES.

O Projeto Centros de Formação e Apoio a Assessoria Técnica em Economia Solidária – Rede CFES Sudeste tem como objetivo de promover a formação e o apoio à assessoria técnica em Economia Solidária, visando à promoção do desenvolvimento territorial sustentável, no intuito da superação da pobreza extrema na Região Sudeste do Brasil.

Objetivos:

  • Consolidar o Centro de Formação em Economia Solidária da Região Sudeste, considerando o acúmulo das experiências anteriores em formação e assessoria técnica, na perspectiva da educação popular continuada.
  • Promover processos educativos em economia solidária, contemplando o público dos programas, projetos e ações governamentais nos campos da formação, qualificação social, profissional, alfabetização, elevação da escolaridade, que permitam alguma interface com a Economia Solidária. Garantir, ainda, formação com ênfase para a assessoria técnica voltada para a organização da produção, comercialização, finanças solidárias, bem como, para o planejamento territorial, a atuação em redes e cadeias, para a inclusão de segmentos populacionais e de Empreendimentos Econômicos Solidários – EES, com vistas para o desenvolvimento territorial sustentável e para a superação da pobreza extrema.
  • Contribuir para uma maior organicidade dos/as educadores/as em Economia Solidária, através da consolidação da Rede de Educadores/as em Economia Solidária da Região Sudeste e seus respectivos Estados.
  • Promover processos de produção do conhecimento, a partir da sistematização dos momentos de “ação-reflexão-ação” vivenciados nas atividades educativas, visando o fortalecimento da Economia Solidária e fornecendo subsídios à construção da Política Nacional de Formação e Assessoria Técnica para a Economia Solidária, a cargo do Governo Federal e em relação com o Comitê Temático de Formação e Assistência Técnica do Conselho Nacional de Economia Solidária – CNAES.

Metas:

  1. Instalação, manutenção, gestão do Centro de Formação em Economia Solidária da Região Sudeste – Rede CFES/SE;
  2. Formação de Educadores/as em Economia Solidária para atuação na região Sudeste e seus respectivos Estados;
  3. Disseminação dos valores e princípios da Economia Solidária para pessoas (público dos EES, principalmente aqueles inscritos no CADÚnico para programas sociais do Governo Federal) nos municípios/territórios dos 4 estados da região sudeste;
  4. Consolidação das Redes Estaduais e Regional de Educadores/as em Economia Solidária por meio da realização de encontros;
  5. Sistematização dos processos educativos vivenciados, gerando a produção de materiais pedagógicos e metodológicos sobre Educação e Assessoria Técnica em Economia Solidária;

Resultados Esperados:

  • Educadores/as em ES formados nos Cursos Estaduais e Seminários Regionais comprometidos com a execução e a disseminação dos aprendizados.
  • Saberes produzidos nos processos educativos e nos intercâmbios de experiência, sistematizados e disseminados.
  • Redes Estaduais e Regional de Educadores/as em Economia Solidária consolidada, garantindo a capilaridade (territorialidade) dos processos formativos a partir da trajetória e experiência acumulada em formação e assessoria técnica.
  • A disseminação dos valores e princípios da Economia Solidária para o público de EES participantes das Oficinas Municipais/Territoriais.
  • Gestores públicos, servidores/as e agentes públicos compreendendo e potencializando a política pública voltada para a economia solidária em todas as esferas de governo (federal, estadual e municipal).
  • A Rede CFES/SE como espaço de referência, de suporte e de integração dos diversos processos formativos em Economia Solidária, assim como garantindo integração com outras políticas públicas com alguma interface com a economia solidária e educação.
  • Núcleos Temáticos Regionais instalados e em funcionamento com orientações para constituir Núcleos Temáticos Estaduais.
  • Banco de dados contendo informações de todos os participantes das atividades formativas, com possibilidade de gerar relatórios, gráficos e cruzamento de variáveis para análise.