Equipe educativa, do Colégio Marista de Varginha, na semana de lançamento do High School Marista – pioneirismo e tradição, na cidade mineira, anima familiares e alunos. Foto: Colégio Marista Varginha

De 23 de outubro até 8 novembro, o Marista Centro-Norte, por meio da Coordenação Educacional, lançou o projeto High School Marista nos Colégios Marista de Varginha, Marista São José – Montes Claros, e Marista Diocesano, de Uberaba, todos localizados no estado de Minas Gerais. Com estes três lançamentos, o Marista Centro-Norte já soma 11 unidades participantes do Programa. As três unidades mineiras, que começarão o projeto em 2020, recebem, nesta semana, os alunos para as provas de admissão ao Programa, orais e escritas, para as séries dos 8º e 9º anos, do Ensino Fundamental II, e 1º ano, do Ensino Médio. E as inscrições para as matrículas se estendem até o final deste mês.

Pioneirismo e tradição

Durante as semanas de lançamento do High School, as três unidades mineiras receberam muitas famílias e estudantes interessados, visto que o projeto é pioneiro em Montes Claros, Uberaba e Varginha, ou seja, o Marista foi a primeira rede educacional a implantar o High School nos três municípios. A tradição marista une-se ao pioneirismo educativo e ao projeto de internacionalização da Instituição, que, além do High School Marista, ainda tem o Marista Bilíngue, o Marista ID e o Intercâmbio Marista. Na semana de lançamento do Programa, houve, além da apresentação às famílias, a formação, para os professores, em PBL – Project Based Learning (Aprendizagem baseada em Projetos), que é a metodologia utilizada no High School Marista, e aulas experimentais para todos os alunos que podem se inscrever no Programa em 2020.

Futuro internacional

Para a coordenadora Educacional, Deysiane Pontes, o pioneirismo chamou a atenção das famílias e educandos. “Oferecer dupla certificação, com aulas inteiramente em Inglês, no contraturno, é um diferencial dos nossos colégios, que se coaduna com o projeto de internacionalização da Instituição”, declarou a gestora. O projeto não para por aqui: a ideia é lançar em outras unidades, nos próximos anos, e tornar o Marista Centro-Norte cada vez mais globalizado!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Limpar formulárioEnviar