Estudantes do Colégio Marista São José – Tijuca em frente ao Colégio Marista de Buenos Aires – um dos pontos de visita da turma, durante o Projeto Buenos Aires. – Foto: Colégio Marista São José – Tijuca

A internacionalidade do Instituto Marista, presente em mais de 82 países, se concretizou, na prática, para os estudantes do 9º ano, do Ensino Fundamental, ao 3º ano, do Ensino Médio, do Colégio Marista São José – Tijuca, do Rio de Janeiro. O Projeto Buenos Aires levou os alunos para uma aula de campo, com o objetivo de se aproximar da cultura do país vizinho, que mantém importantes relações econômicas com o Brasil. Além disso, o programa favorece o aprofundamento de temas contemporâneos da atualidade e a vivência da Língua Espanhola. “Iremos conhecer a história, a beleza da cidade, por detrás dos pontos turísticos, e a realidade dos argentinos. É um trabalho enriquecedor e com muitos aprendizados”, declarou a professora de Geografia, Allyne Feller, que acompanhou o grupo, durante a viagem. Os estudantes desembarcaram na capital da Argentina em 31 de julho, para um período de 4 dias na cidade.

Quem também cruzou as linhas territoriais, foi o Colégio Marista São José – Barra, também do Rio de Janeiro. As atletas maristas, da modalidade Ginástica, participaram da Copa Qualivida/SESI, em Petrópolis (RJ), na última semana de julho, e garantiram um bom resultado nos aparelhos de Salto e Solo. Uma das atletas faz parte da equipe profissional mirim do Clube de Regatas do Flamengo. Este time vai longe!

Fronteiras do Conhecimento

Não foi preciso ultrapassar as linhas territoriais para ganhar conhecimento. Foi assim que a Escola Marista Champagnat de Teresina (PI) explorou as Metodologias Ativas e a Educação 4.0, na Jornada Pastoral-Pedagógica 2019. Recebeu conhecimento do intercâmbio com o Escritório Central, por meio do analista Matheus Lincoln, da Coordenação Educacional, à luz das práticas pedagógicas, que serão utilizadas no desenvolvimento integral dos estudantes. Já o Colégio Marista do Araçagy (MA) trouxe a tecnologia para a sala de aula. A formação sobre as plataformas digitais levou outro analista, da Coordenação Educacional, Kledson Sousa, para a Jornada Pastoral-Pedagógica da Unidade. Ele falou sobre a importância da inclusão tecnológica no processo de ensino-aprendizagem.

Arte e Cultura

O Marista Centro-Norte também se realiza na cultura. Para além do conhecimento teórico, o Colégio Marista Dom Silvério, de Belo Horizonte (MG), promoveu, no mês de julho, a mostra e as aulas abertas dos cursos do Serviço de Arte e Cultura (SEAC). Os alunos de Ginástica Rítmica, Ginástica Artística, Jazz, Ballet Clássico, Teatro e Violão receberam os familiares na unidade para mostrar todo o desenvolvimento que tiveram no primeiro semestre. É cultura, artes, esportes, internacionalidade, intercâmbio, conhecimento – tudo se renovando, pois, renovar-se faz parte do mundo Marista!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Limpar formulárioEnviar