Da esquerda para a direita, Luana Cavalcanti é a segunda. Foto: divulgação Colégio Dom Silvério

Promover o protagonismo juvenil é um dos objetivos da Província Marista Brasil Centro-Norte. Neste início de mês, duas estudantes maristas comprovaram que o propósito tem sido realizado com louvor. Na última sexta-feira (3), Luana Cavalcanti, integrante da Pastoral Juvenil Marista, do Colégio Marista Dom Silvério, de Belo Horizonte (MG), tomou posse como conselheira no Conselho Municipal da Juventude de Belo Horizonte – Comjuve, para a gestão 2019/2020.

O Comjuve é um espaço de participação e interlocução da juventude com o poder público, com a missão de atuar no planejamento e acompanhamento da execução das Políticas Públicas de Juventude na cidade. É ambiente propício para os jovens debaterem sobre projetos e necessidades comuns. “Vejo como uma oportunidade de podermos atuar em outras instâncias do município, entrar em diálogo com outros movimentos, outras questões sociais e políticas”, explicou Luana.

Se Luana encontrou espaço na política para a representar e evidenciar o protagonismo juvenil, Sara Luisa da Rocha, do Colégio Marista Nossa Senhora da Penha, de Vila Velha (ES), apostou na cultura e vai representar o Brasil na 48ª edição do Concurso Internacional de Redação de Cartas, a ser realizado em Berna, na Suíça. Dona da redação premiada, a capixaba conquistou o título nacional do concurso que, no Brasil, é realizado pelos Correios, e trouxe a temática da música para a redação.

Texto de Sara Rocha destaca-se pela sensibilidade – Foto: Colégio Marista Nossa Senhora da Penha

Neste ano, o tema da redação era “Escreva uma carta sobre o seu herói”, e Sara respondeu que a música era a sua heroína e explicou o motivo. “Tive bastante dificuldade em decidir qual seria o meu herói. Queria algo que fosse mundial, que não fosse uma coisa minha ou de um grupo de pessoas. E foi quando me deparei com a música, que é algo que já estava na minha vida. Este concurso me fez pensar se eu tinha um herói e descobri que minha heroína é a música”, declarou Sara.

Tanto Luana quanto Sara representam o protagonismo juvenil marista, reforçam a proposta pedagógica instituída pela Província e servem de inspiração para jovens que querem ir para além das fronteiras e transformar a realidade em que vivem. Esta é a nossa missão; esta também é a missão que queremos para os nossos jovens!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Limpar formulárioEnviar