Começam, nesta segunda-feira (6), as inscrições para Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019. Referência para acesso à educação superior no país, o sistema de avaliação é um dos principais meios de ingresso às universidades, ao analisar competências e habilidades nas diferentes áreas do conhecimento. Para participar, os candidatos devem se cadastrar na página oficial da prova até o dia 17 deste mês. Será cobrada a taxa de R$ 85.

No site, é possível o participante, ainda, acessar cronograma, orientações para o dia de prova, a exemplo dos documentos a levar e horário de realização, respostas para dúvidas frequentes, dentre outras informações. O cartão de confirmação será disponibilizado em outubro, com número de inscrição; data, hora e local das provas; dados sobre atendimento especializado (se solicitado); e opção de língua estrangeira (inglês ou espanhol).

O Enem ocorrerá em 3 e 10 de novembro. No primeiro dia, serão aplicadas, com 5h30 de duração, as provas de linguagens, códigos e suas tecnologias, redação e ciências humanas e suas tecnologias. No segundo dia, será a vez das questões de ciências da natureza e suas tecnologias e matemática e suas tecnologias. Ao todo, haverá quatro provas objetivas, com 45 questões cada, além da produção de texto dissertativo-argumentativo, com 30 linhas, a partir de uma situação-problema. O gabarito sai em 13 de novembro e o resultado individual em janeiro de 2020.

Simulado Marista – Com foco no futuro profissional dos estudantes, será realizado, nos dias 24 e 25 de maio, o Simulado Marista Enem 2019. Os alunos do 1º, 2º e 3º anos, do ensino médio, se familiarizarão com o método de avaliação proposto pelo Exame Nacional do Ensino Médio, em ambiente semelhante às condições de aplicação das provas para acesso ao ensino superior. A proposta é qualificar o desempenho dos estudantes, que têm a chance, ainda, de acompanhar os resultados em plataforma virtual, com recursos para aprimorar os estudos. O instrumento, também, sinaliza às equipes pedagógicas as prioridades de atuação na educação básica.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Limpar formulárioEnviar