O Encontro de Gestão Pastoral Pedagógica, promovido pela Província Marista Brasil Centro-Norte/PMBCN, terminou nesta sexta-feira, 19. Desde segunda-feira, 15, o Colégio Marista Dom Silvério recebeu vice-diretores educacionais, coordenadores pedagógicos e de pastoral, assessores, analistas educacionais e agentes de pastoral das unidades educacionais e sociais de Vila Velha e Colatina, no Espírito Santo, da Tijuca e da Barra, no Rio de Janeiro, além de Varginha, Montes Claros e Belo Horizonte, em Minas Gerais. Durante a semana, a equipe acompanhou palestras, debates e momentos de oração e convivência.

O evento apresentou discussões sobre a Educação Evangelizadora, a Base Nacional Comum Curricular, Projetos Pastorais, Educação Inclusiva, a Antropologia Juvenil, a Reforma do Ensino Médio, dentre outros temas. Para o Superintendente de Organismos Provinciais, Ir. José Augusto Júnior, o encontro proporciona uma rica troca de experiências. “Quem também está no Escritório Central, em Brasília (sede administrativa da PMBCN), sente falta desse contato direto com as equipes das unidades. Então, é muito oportuno estarmos com essa pauta da gestão pastoral pedagógica, para dialogar acerca das divergências e convergências de cada unidade. Mais que ficar em casos pontuais e problemas, é trazer o que baliza o nosso trabalho, o horizonte real da educação Marista no seu sentido mais pleno, que é a responsabilidade pedagógica e pastoral”, destacou o Superintendente.Ao final do encontro, toda a equipe participou da celebração do envio na Capela Champagnat Educador. Os participantes agradeceram a oportunidade e falaram sobre o que o Encontro significou para cada um e como o colocarão em prática em suas unidades.

 “O encontro me ajudou a pensar como a minha vocação Marista, enquanto leigo Marista, me impulsiona a levar vida aos jovens, que já sofrem tanto, mutilados pela violência e pelos desafios próprios da vida. Então, passa por aí a minha experiência pessoal de Deus, e como ela converge para a experiência de cada jovem que eu encontro na escola e na região onde vivemos”, descreveu Edgar Barraque, Coordenador de Pastoral da Escola Marista Champagnat de Terra Vermelha/ES.

“A minha palavra foi renovação. No sentido de renovar conceitos, algumas limitações, fazeres, e pensar diferente. Às vezes, vivemos em uma prática que está dando certo e pensamos que não precisamos mudá-la e trazer algo novo. Mas está dando certo para quem? Esse é o questionamento que o Encontro me traz, ou seja, até que ponto o resultado é favorável para os meus jovens e serve de identidade na vida deles? Vários questionamentos foram colocados para que possamos tocar, de algum modo, nossos jovens dentro daquilo que eles desejam, enfim, é preciso olhar e ouvir melhor o outro lado”, afirmou Dayse Lima, Coordenadora Pedagógica do Ensino Médio do Colégio Marista São José da Barra da Tijuca/RJ.

Confira mais fotos na galeria de imagens

“O Encontro foi muito provocativo. Fez com que saíssemos de nosso lugar e nos colocássemos no lugar da juventude, da infância e dos adolescentes, que são nosso público-alvo. Nos levou a pensar nesse jovem que está conosco e passa por momentos conflituosos, que já são, por si sós, principalmente na adolescência, difíceis, ainda mais diante de um Brasil atual com tantos conflitos. Devemos ajudá-lo não apenas a dar resposta, mas, também, a aprender a perguntar de forma mais crítica, de modo que contribua com o bem-estar das pessoas e da sociedade de um modo geral”, destacou Eliane Pimentel, Coordenadora Pedagógica do Ensino Médio do Colégio Marista Nossa Senhora da Penha de Vila Velha/ES.

“O encontro contribuiu muito em duas perspectivas: uma foi o mergulho nas temáticas desenvolvidas, sobretudo, na questão da base curricular que se respalda no Ensino Médio, e a outra são as atitudes pedagógicas e pastorais que se pautam na vida dos jovens dentro do espaço educativo. E tudo isso sintetiza a missão da educação evangelizadora, um compromisso nosso enquanto Maristas. Assim, o encontro ajudou muito a alinhar os dois segmentos, para desenvolvermos essa gestão pastoral pedagógica dentro dos nossos espaços”, finalizou Ir. Danilo Ferreira, Assessor Pastoral e Pedagógico do Colégio Marista de Colatina e da Escola Marista São Marcelino Champagnat, no Espirito Santo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Limpar formulárioEnviar