proposta_pedagogica

A educação Marista se constitui na premissa de que os estudantes são sujeitos de direito ao acesso, inclusão e permanência na escola, considerando a individualidade, as especificidades e as potencialidades de cada um. A inclusão, nesse contexto, visa promover espaçotempo de encontro, igualdade e aprendizagem, por meio de proposta pedagógica que acolha a diversidade e perpasse as áreas e etapas educacionais.

A proposta está pautada no Projeto Educativo do Brasil Marista, que valoriza a formação integral, a diversidade, o protagonismo, a sustentabilidade, a promoção das relações fraternas e solidárias, as especificidades culturais e regionais e as demandas educacionais contemporâneas, conforme os princípios mencionados abaixo.

  • Educação de qualidade como direito fundamental: em sintonia com a Constituição Federal, Plano Nacional de Educação/PNE, Estatuto da Criança e do Adolescente/ECA, Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional/LDB e o Plano Nacional de Educação em Direitos Humanos (PNEDH)
  • Ética cristã e busca do sentido da vida: reconhece e acolhe a diversidade religiosa e propõe a construção de projeto de vida
  • Solidariedade na perspectiva da alteridade e da cultura da paz: promove a participação em atividades que transcendem o âmbito dos interesses individuais e familiares, para a vivência da sensibilidade, a corresponsabilidade e a alteridade.
  • Educação integral e a construção das subjetividades: requer ampla visão da pessoa e de seu desenvolvimento, que aqui se traduz no processo formativo de subjetividades, nos modos de ser sujeito, em sua integralidade e inteireza – corpo, mente, coração e espírito.
  • Infâncias, adolescências, juventudes e vida adulta – um compromisso com as subjetividades e culturas: atua na defesa, promoção e garantia dos direitos de crianças, adolescentes, jovens e adultos, considerando tempos, saberes e fazeres e, portanto, valorizando culturas e subjetividades.
  • Multiculturalidade e processo de significação: promove a inclusão e o diálogo entre as culturas nos espaçotempos educativos.
  • Corresponsabilidade dos sujeitos da educação: abre espaço para o debate, a análise crítica e o engajamento, potencializando a aprendizagem política.
  • Protagonismo infantojuvenil como forma de posicionamento no Mundo: possibilita que os sujeitos se assumam como capazes de conduzir processos individuais e coletivos.
  • Cidadania planetária como compromisso ético-político: compromisso com a ecopedagogia, como uma prática sociocultural que respeita a vida em toda a complexidade e diversidade.
  • Processo educativo de qualidade com acesso, inclusão e permanência: acompanhamento individualizado de cada estudante e o fortalecimento de vínculos, de forma a favorecer o sentimento de pertença e a permanência na escola marista, inclusive daqueles vindos de meios socialmente desfavorecidos.
  • Currículo em movimento: para a Educação Infantil, o Ensino Fundamental e o Ensino Médio, considera contribuições e conquistas sociais, culturais, políticas, econômicas, científicas e educacionais.