Companheirismo, parceria, alegria e muita, muita solidariedade. Foram esses sentimentos que fizeram do JIM Solidário deste ano um sucesso. Estudantes e famílias Maristas se mobilizaram para reunir 2,5 toneladas de donativos que foram destinados para as instituições parceiras do VEM (Voluntariado Estudantil Marista) 2019: Instituto Mário Penna e Associação Paulo de Tarso.

O JIM Solidário é uma grande campanha de arrecadação de donativos para contribuir com as instituições parceiras, além de ser uma forma de envolver toda nossa comunidade educativa em um gesto concreto de solidariedade. É um modo de cultivar a partilha, o espírito de família e a fraternidade. Em 2019, toda comunidade educativa colaborou para arrecadação de insumos de alimentação (arroz, feijão, leite, açúcar, macarrão, óleo, biscoito recheado, café, molho de tomate, água de coco). Agradecemos a todos pelo empenho e dedicação.

Ser voluntário faz parte do mundo Marista. Ser solidário faz parte do mundo Marista.

1 Comment
  1. gilson

    Parabéns ao projeto JIM Solidário. É fato que a comunidade Marista tem uma participação muito importante na transformação da sociedade.
    Assim, hoje, venho solicitar informações se há a possibilidade da comunidade escolar Marista, apoiar através de parcerias, intercâmbio, trocas de experiências, palestras e/ou assistência voluntária, doações a um outra escola no interior de Minas Gerais; já que convivemos com outra realidade socio-educacional. Tive a oportunidade de apoiar anos atrás a distribuição de roupas, tênis, brinquedos, alimentos doados pela comunidade Marista e que foi repassada as família carentes em nossa cidade. Sempre busquei desenvolver alguma atividade social e voluntária em minha comunidade e faz muitos anos que também participo de uma Associação. Nâo sou candidato a nada e nem faço questão de aparecer, pois almejo ajudar a Escola Estadual Mestre que já foi referência e sofre pelas limitações impostas há anos.
    Gostaria muito de ajudar a Escola Estadual Mestre Candinho; instituição onde estudou homens ilustres da nossa literatura como João Guimaraes Rosa, Vovô Felicio…e também estudei e que hoje precisa de muita ajuda , apoio, devido as limitações que a normatização exige, mas necessita de assistência em diversas áreas e aos alunos do processo de alfabetização e tantos outros mais carentes. Sou conhecedor do empenho e da busca constante da comunidade escolar da Escola Mestre Candinho para sanar as dificuldades . Portanto junto-me a essa Corrente do Bem pois acredito que a somente através da Educação, da Solidariedade e compartilhamento de saberes, poderemos transformar as pessoas e o mundo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Limpar formulárioEnviar