Não é novidade alguma dizer que a festa junina do Colégio Marista Colatina foi, mais uma vez, sucesso, em todos os sentidos.

Também não causa nenhum espanto dizer que a festa deste ano estava ainda mais especial que a dos anos anteriores, afinal, conjugar inovação com tradição, também é ponto forte nos eventos do Marista, em especial, na festa junina, reconhecida como a mais bonita e animada da cidade.

Este ano, porém, um brilho mais que especial irradiava em todos os espaços e atrativos da festa; nos sorrisos, nos olhares, na felicidade estampada em cada participante, fosse ele funcionário, aluno, educador, pai, colaborador, parceiro ou diretoria.

Também, não poderia ser diferente, afinal de contas, não é todo dia que uma instituição educacional comemora duzentos anos de história, de existência, de missão.

Não é o Marista Colatina  quem está completando o aniversário de 200 anos, mas sim, a obra iniciada por Marcelino Champagnat e seus companheiros, e que se perpetuou mundo afora, fincando raízes também em Colatina.

E este, sem dúvida, era o motivo de tanta alegria, de tanto orgulho e de todo o brilho.

A gratidão em celebrar esses dois séculos de história estava estampado em toda a parte. Desde a recepção até os menores detalhes, a história e o legado de Marcelino estavam presentes e marcantes.

A programação da festa mudou muito pouco, uma vez que tudo é tão perfeitamente orquestrado e organizado que, ao final da última apresentação, o tradicional “quadrilhão”, já se passaram mais de cinco horas de festa.

Neste ano do bicentenário, com um tema tão especial motivando as produções, todas as turmas e séries participaram das coreografias, algumas delas concorrendo à premiação da Maratona Champagnat, uma gincana sócio cultural realizada no mês de junho, na Semana Champagnat.

Um show de criatividade e entrosamento, abrilhantado ainda mais com a participação dos pais dos alunos, tocando, cantando e dançando quadrilha.

Um espetáculo de integração, harmonia, cultura e família.

O Grupo Escoteiro Marista, que neste ano completou 50 anos de existência, em Colatina, teve seu momento de brilho, no ato de acendimento da fogueira da festa, um show de efeitos especiais que incendiou corações e mentes dos presentes, principalmente das crianças, que interromperam as brincadeiras para vivenciar e protagonizar o momento.

Em seu breve, mas, como sempre, profundo pronunciamento, a Diretora Maria Goretti destacou que, há duzentos anos, o Marista, mais do que promover educação, constrói histórias de vida que contribuem significativamente na construção da sociedade, por onde quer que estejam.

Sem dúvidas, uma bela e vigorosa história que, desafiando modismos e transformações mil, segue firme em sua missão de formar jovens preparados para serem gestores sociais, empreendedores e transformadores de suas realidades, disseminando o nome e a palavra de Jesus Cristo por todas as gerações.

E a festa junina, seguindo o mesmo caminho, passa como um furacão de emoções e sentimentos, deixando saudades, antes mesmo de findar a noite.

Clique aqui para acessar a galeria de imagens.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Limpar formulárioEnviar