Fundador

O Instituto Marista nasceu na França, em 1817, fundado pelo Pe. José Bento Marcelino Champagnat (1789- 1840). Na época, o jovem sacerdote se dedicava à catequese, às visitas aos camponeses, à celebração de missas e à convivência fraterna com crianças, jovens e adultos.

Champagnat entendia a educação como meio privilegiado para a formação integral do ser humano e tinha grande devoção a Maria, a quem chamava de “Boa Mãe”. Os primeiros trabalhos na congregação foram na atuação apostólica e educacional aos jovens do campo, que mais tarde se tornariam Irmãos Maristas. Ensinou-lhes a leitura, a escrita, a oração e a vivência do Evangelho e os transformou em educadores, comprometidos com a pedagogia, a espiritualidade apostólica e mariana, a missão e às formas de viver como Maristas de Champagnat.

O jeito de ser e a pedagogia propostos pelo fundador compreendem a presença significativa na vida das crianças adolescentes e jovens, a construção com eles de processo educativo-evangelizador humanizado, que ensine a conviver, a cuidar do próximo e a relação fraterna com o Cristo. Além disso, propõe o amor ao trabalho, a simplicidade e o espírito de família, inspirados no jeito de Maria – com escuta atenta e corajosa, desprendimento e serviço, sobretudo aos mais empobrecidos. A missão de tornar Jesus Cristo conhecido e amado é vivida hoje por Irmãos, leigos e leigas.