Capa-materia

O Instituto Marista de Solidariedade/IMS foi criado para dialogar com a sociedade brasileira, ser sinal profético, levar o carisma de Champagnat para outros públicos não Maristas e, também, colaborar e intervir na construção de uma sociedade mais justa e sustentável. A unidade desenvolve programas e projetos de apoio a rede de comercialização solidária, formação em economia solidária e de fortalecimento das cadeias produtivas da sociobiodiversiade.

A economia solidária é uma estratégia de desenvolvimento sustentável que considera todas as dimensões – econômica, social, cultural, ambiental e política. Se propõe a praticar no lugar do individualismo a união, da competição a cooperação, da indiferença a solidariedade, da natureza a preservação e do autoritarismo a gestão coletiva pelos associados.

São Projetos produtivos coletivos, cooperativas populares, cooperativas de coleta e reciclagem de materiais recicláveis, lojas, feiras, iniciativas de formação e educação em economia solidária, redes de produção, comercialização e consumo, instituições financeiras voltadas para empreendimentos populares solidários, empresas autogestionárias, cooperativas de agricultura familiar e de agroecologia, prestação de serviço, entre outras que dinamizam as economias locais, garantem trabalho digno e renda às famílias envolvidas, além de promover a preservação ambiental.

É uma expressão pautada pela organização coletiva e consciente sobre a maneira de produzir, comprar, trocar, vender, oferecer e receber crédito. O que move essa economia é o desejo de que não existam excluídos, que a riqueza produzida seja partilhada e que todos tenham uma ação mais crítica e proativa, que os seres humanos ao exercerem as suas atividades sejam geradores de maior qualidade de vida para todos, seja no presente como também para as futuras gerações.