Marista em Tempo Integral

Dentre os objetivos do Marista em Tempo Integral, destaca-se o de oferecer uma educação de alto nível, com o pleno acompanhamento no crescimento de cada criança, oportunizando a ela situações de desenvolvimento social, físico, artístico e cultural, que sejam socialmente relevantes, caracterizadas pela diversidade de conteúdos, metodologias e atividades que bem atendam as necessidades e potencialidades, como sujeito ativo e com intencionalidades.

Coordenadora: Marta Carvalho |  e-mail: mcarvalho.rj@marista.edu.br
Tel.: (21) 2176-8044 e (21) 7293-5388

Conheça a proposta pedagógica do “Marista em Tempo Integral”.

I. OBJETIVO GERAL:

Promover uma Educação Integral que compreenda a ampliação de tempos, espaços e oportunidades educacionais, por meio da realização de atividades que possam favorecer a aprendizagem, visando à formação integral do estudante.

 

II. OBJETIVOS ESPECÍFICOS

  • Ampliar as experiências dos alunos;
  • Estimular novos interesses;
  • Promover a construção de novos saberes;
  • Oportunizar o intercâmbio de conhecimentos;
  • Fomentar a curiosidade por meio da exposição a novos tópicos, pessoas e lugares;
  • Despertar o gosto e o desejo pelo aprender;
  • Proporcionar a continuidade e o aprofundamento do trabalho pedagógico realizado na escolaridade;
  • Gerar um movimento dinâmico entre os espaços escolares e familiares.

 

III. HISTÓRICO DA EXPERIÊNCIA

O debate em torno do tempo na escola não se constitui mais uma novidade na educação brasileira. Desde as primeiras décadas do século passado, movimentos político-sociais, como o Integralismo e o Anarquismo, grupos organizados, como a Igreja, e tendências educacionais e educadores, como a Escola Nova e Anísio Teixeira, já defendiam a adoção de um tempo ampliado, em extensão e qualidade, para a então escola primária.

Em 1998, iniciou-se a experiência para os estudantes de Educação Infantil e, a partir de 2003, ampliou-se para os de Ensino Fundamental 1, visando facilitar a vida dos pais e proporcionar o bem-estar das crianças, atendidas num ambiente acolhedor, preparado para momentos de aprendizagem, recreação e lazer.

 

IV. REFERENCIAL TEÓRICO

Com a ampliação do tempo de permanência na escola, queremos criar condições de tempo e de espaços para materializar o conceito de formação integral, desenvolvendo as potencialidades humanas em seus diferentes aspectos: cognitivo, afetivo, espiritual e sócio- cultural. Essa ampliação possibilita a efetivação de novas atitudes, tanto no que se refere à cognição como à convivência social, privilegiando os quatro pilares da educação adotados pela UNESCO: o aprender a conhecer, aprender a fazer, aprender a conviver e aprender a ser.

A escola, enquanto comunidade aprendente, no âmbito da educação integral, deve promover interrelacionamentos criativos de comunicação, de expressão e de produção. Um espaço atrativo, capaz de motivar os alunos e atrair a comunidade para dentro da escola. Esse processo deve ser refletido no prazer de aprender, “no brilho nos olhos” daqueles que são atores ativos do projeto. Uma escola, onde os alunos teriam seus interesses e anseios contemplados e que os preparasse para os desafios do mundo moderno (TEIXEIRA, 1954, 1961).

A escola concebida por Anísio Teixeira era constituída por um conjunto de espaços, onde as crianças poderiam se dedicar a “atividades de estudo, trabalho, recreação, vida e de convívio, no mais amplo sentido do termo” (TEIXEIRA, 1961, p. 197), desenvolvendo o estudante ao longo da vida, preparando-o para o exercício da cidadania e da democracia.   A educação que ensejamos deve acoplar “o ensino propriamente intencional, da sala de aula, com a autoeducação resultante de atividades de que os alunos participem com plena responsabilidade” (TEIXEIRA, 1961:197). Nessa direção, o Ensino de tempo Integral do Colégio Marista São José deve se tornar uma verdadeira comunidade aprendente, firmando atitudes e cultivando sonhos e aspirações para construir um mundo melhor.

V. JUSTIFICATIVA:

Muitos pais trabalham o dia inteiro e desejam deixar seus filhos num ambiente saudável, desafiador e, ao mesmo tempo, acolhedor. Assim, como mais uma opção para nossas famílias, desde 1996 oferecemos a possibilidade do Período Integral para os estudantes do colégio (Em 2014, do Maternal ao 5º ano do Ensino Fundamental).

As atividades desenvolvidas no integral foram cuidadosamente preparadas, de forma a considerar as diferentes faixas etárias, o nível de desenvolvimento do estudante, os seus interesses e as suas necessidades.

O Período Integral possui diferenciais importantes: atividades pedagógicas, esportivas e culturais diversificadas, estudo dirigido e o acompanhamento das tarefas de casa, dando continuidade ao trabalho pedagógico realizado na escolaridade.

 

VI. VANTAGENS DO PERÍODO INTEGRAL

  • Auxilia o processo de ensino aprendizagem, através do apoio e reforço escolar (função principal);
  • Amplia experiências;
  • Estimula interesse pelo processo do conhecimento humano;
  • Proporciona condições adequadas capazes de promover o bem-estar do estudante;
  • Desenvolve hábitos higiênicos e cuidados, visando a saúde corporal;
  • Proporciona o conhecimento de novos alimentos e nutrientes;
  • Garante uma estrutura diversificada, acompanhando os alunos cujas famílias não dispõem de tempo livre.

 

VII. FUNCIONAMENTO

O período integral funciona no contraturno à escolaridade.

Estudantes do integral no turno matutino:

O horário de início do integral é às 7h, podendo os estudantes, a critério das famílias, chegarem até 7h45. Os estudantes são encaminhados para o café da manhã no refeitório. Às 7h50, iniciam-se as atividades pedagógicas. Cada turma possui horários específicos de realização dessas atividades. Durante o período da manhã também são oferecidos colação e banho. Ao final da manhã, os estudantes almoçam e têm um período de descanso, antes de serem encaminhados às salas de aula para a escolaridade. No recreio da tarde, é oferecido um lanche.

Estudantes do integral no turno vespertino:

O horário de início do integral é às 12h, quando os estudantes são encaminhados para o almoço no refeitório. Às 13h15, iniciam-se as atividades pedagógicas. Cada turma possui horários específicos de realização dessas atividades. Durante o período da tarde também são oferecidos lanche e banho.

 

VIII. ATIVIDADES PEDAGÓGICAS REALIZADAS NO INTEGRAL

 

  • Tarefas de casa

As tarefas de casa são realizadas em momento posterior ao da solicitação feita pela professora da escolaridade, de acordo com o conteúdo que está sendo trabalhado em cada componente curricular.

As tarefas são orientadas de forma a elucidar, eliminar e esclarecer as eventuais dúvidas, dando aos estudantes o devido apoio na sua realização, sendo corrigidas posteriormente pelas professoras da escolaridade.

 

  • Estudo dirigido

O estudo dirigido é realizado através da elaboração de atividades pela assistente de educação integral. As atividades são construídas a partir dos planejamentos feitos pelas professoras da escolaridade de cada série/ano, no sentido de alinhar o conteúdo dado, oportunizando o reforço escolar.

 

  • Projeto Horta

A horta escolar é realizada no integral como um instrumento que permite promover vivências e transformações múltiplas entre os estudantes envolvidos e o ambiente do seu entorno, bem como permitir a abordagem de diferentes conteúdos curriculares de maneira significativa e contextualizada, na perspectiva da integração das diversas áreas de conhecimento e da afirmação de uma cultura da sustentabilidade.

Os estudantes participam diretamente de todas as etapas e atividades desenvolvidas na horta, tais como: preparação do solo, escolha das sementes, plantio, cuidados com a horta e colheita, sob a supervisão e orientação das assistentes do integral.

 

 

  • Hora do brincar – parque (Maternal e 1º ano da Ed. Infantil)

O brincar exerce um papel fundamental no desenvolvimento da criança, pois é por intermédio da brincadeira que ela aprende o seu universo social e organiza a sua realidade, auxiliando na sua compreensão de mundo. O brincar, no integral Marista, também é um momento para os estudantes construírem seu conhecimento com a vivência de brincadeiras ricas e diversificadas.

 

  • Desenho Contado (Maternal)

Para o desenvolvimento dessa atividade, são planejadas situações que promovam a produção gráfica infantil com o objetivo de estabelecer um diálogo com o pensamento da criança sobre o desenho, estabelecendo apreciações e propostas que permitirão desenvolver a sua linguagem oral.

 

  • Recreação dirigida (a partir do 2º ano da Ed. Infantil)

A recreação é uma prática prazerosa em que os estudantes do integral participam de atividades descontraídas propostas pela assistente do integral. Ela pode ser uma importante estratégia de inclusão e socialização, além de desenvolver as habilidades psicomotoras das crianças. Através da recreação, também são desenvolvidos a cooperação, o respeito e a convivência disciplinada, embasados no princípio ético da vivência em comunidade.

 

  • Hora da Leitura (a partir do 1º ano Ed. Infantil)

A leitura é uma atividade essencial, de vital importância para o desenvolvimento do indivíduo, pois desenvolve a liberdade de pensamento e de expressão. Uma atividade pela qual o leitor dialoga com os textos, se apropria da herança social simbólica pelos conhecimentos, atitudes, valores e significados culturais atribuídos aos objetos dos discursos que lê.

No integral, o estudante pode escolher qual leitura deseja realizar, pois o importante é que ele esteja predisposto e pronto para realizá-la, visualizando-a como algo que realmente possa acrescentar-lhe experiências e dar-lhe prazer.

 

  • Contação de História

A contação de histórias, no integral, possui como objetivo primeiro estimular os estudantes

para o gosto pela leitura, tendo em vista que estes se encontram envolvidos em processos de aquisição formal de algumas competências linguísticas.

Para isso, são realizadas atividades que envolvam a participação, o movimento, o riso, o lúdico e a atribuição de novos sentidos. Ler com os ouvidos possibilita a quem o faz ser um leitor pelo exercício da escuta. Quando escuta, pode produzir suas tessituras com os sentidos que constrói a partir do texto que lhe é narrado.

  • Produção de Texto

Quanto maior o contato dos estudantes com a escrita, mais elementos eles terão para pensar e fazer uso da língua. No integral, oportunizamos mais um momento em que eles poderão ter contato com a escrita de vários tipos de textos, para poderem avançar nas suas hipóteses, tornando-se produtores de textos cada vez mais competentes.

 

  • Oficina de Matemática

Nessa oficina, os estudantes terão a oportunidade de experimentar, descobrir e resolver problemas através de atividades desafiadoras. Os estudantes terão que pensar e discutir sobre relações numéricas, desenvolvendo as habilidades matemáticas que os levem a resolver diferentes desafios.

 

 

IX. AULAS ESPECIALIZADAS REALIZADAS NO INTEGRAL

 

ATIVIDADES CULTURAIS

As atividades culturais proporcionadas pelo integral visam contribuir para o enriquecimento cultural e pessoal do(a) estudante, enriquecendo a sua formação e permitindo a expressão de suas emoções e de sua criatividade através da oficina multidisciplinar, da dança criativa e da linguagem teatral.

 

Maternal e 1º ano do E.I

OFICINA MULTIDISCIPLINAR: NATUREZA E SOCIEDADE

A oficina desenvolve ações que objetivam a conscientização ambiental dos alunos do Maternal e 1º ano da Educação Infantil, envolvendo-os em atividades de sensibilização e mobilização, como explorar diferentes aspectos da natureza aprendendo noções de cuidado, de preservação e o reaproveitamento de materiais recicláveis. Caminhos para a compreensão dos fenômenos naturais e as normas da vida em sociedade. Respeitar e valorizar a diversidade étnica e cultural. Essas atividades têm como objetivo refletir sobre os conceitos de redução, reaproveitamento, cuidado e o envolvimento em ações lúdicas e reflexivas, que incentivem a mudança de hábitos e atitudes.

  • DANÇA CRIATIVA I: BRINCANDO COM O CORPO.

A oficina propõe às crianças um percurso para a descoberta do corpo, do movimento e das potencialidades expressivas e criativas. Com um trabalho proposto nas aulas sob a forma de explorar e ampliar o repertório de movimentos, experimentar diferentes maneiras de se deslocar pelo espaço, de utilizar as formas corporais, o volume, as direções e os caminhos, percebendo e acompanhando ritmos e melodias além da interação com os colegas.

  • LINGUAGEM TEATRAL: JOGOS E IMAGINAÇÃO

A capacidade de fazer de conta (imaginação) é uma das características mais relevantes da infância, pois está diretamente ligada ao desenvolvimento intelectual e físico das crianças. No jogo teatral as atividades giram em torno de três elementos: onde se passa a cena, quem faz parte dela e qual ação se desenvolve. E a partir desse desenvolver a busca de soluções diante dos desafios expande possibilidades de comunicação via linguagem corporal.

Com a prática e observação os alunos aprendem a usar o corpo de forma mais consciente e criativa. O contato com a linguagem teatral ajuda a perder continuamente a timidez, a desenvolver e priorizar a noção do trabalho em grupo, a se sair bem de situações onde é exigido o improviso e a se interessar mais por textos e autores variados.

 

2º ano E.I e 1º ano E.F

 

  • OFICINA MULTIDISCIPLINAR: CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS, MOVIMENTANDO SONHOS E VIDAS.

A oficina propõe um estímulo à criatividade e espontaneidade, possibilitando a descoberta de potenciais e de habilidades para resolução de problemas e satisfação das necessidades cotidianas. Algumas habilidades fundamentais para o progresso do educando são a interpretação e a expressão, na medida em que o aluno deve apreender e organizar informações enquanto ouve a história e, ao recontá-la, aprende a expressar adequadamente fatos e conceitos. Além disso, essa atividade permite a interação entre a linguagem corporal e o desenvolvimento das habilidades motoras básicas através da prática. A ideia é utilizar na narração de histórias livros de literatura infantil ou narrativas baseadas em histórias pessoais, contadas de maneira lúdica e com auxílio de objetos e materiais, fazendo com que todos participem ativamente e também criem novas possibilidades, por si mesmos.

 

  • DANÇA CRIATIVA II: PSICOMOTRICIDADE.

A oficina propõe ampliar o repertório de brincadeiras tradicionais e jogos de criação em dança. Aprender a fazer registro audiovisual. Conhecer diversas brincadeiras e transformá-las em dança, como também a partir de imagens de obras de arte ou desenhos e dos elementos da natureza.Ampliar possibilidades de interação com os outros trabalhando a psicomotricidade em sua forma lúdica e expressiva.

 

  • LINGUAGEM TEATRAL: PERSONAGEM E AÇÃO DRAMÁTICA.

Nesta linguagem teatral amplia-se o criar e explorar de um repertório de gestos com intenção comunicativa. Desenvolver a linguagem não verbal através de fantoches, dedoches e marionetes. Ampliar a consciência da utilização do espaço cênico. Estabelecer relações com os colegas de cena explorando o próprio corpo e interagindo com o do outro.

 

2º ano E.F e 3º ano E.F

  • OFICINA MULTIDISCIPLINAR: ARTE EXPRESSIVA

            Nesta oficina a intenção é promover o ambiente criador, justamente para que o aluno se desprenda da rigidez estética, que muitas vezes o impede de produzir com mais liberdade. Sendo também um suporte no trabalho de socialização, curiosidade, imaginação e reconhecimento de emoções básicas como amor, raiva, alegria, tristeza e medo. De forma lúdica, utilizar de componentes artísticos como a pintura, desenho, jogos, marionetes, música, recortes, colagens, modelagens. Tudo que estiver ao alcance para abordar emoções e sentimentos. Buscando a reflexão acerca da expressão do indivíduo em geral.

 

  • DANÇA CRIATIVA III: CORPO E MOVIMENTO.

Nas aulas de dança criativa III os alunos aprendem pelas experiências do próprio corpo a agirem livremente no espaço em que vivem, interagindo com as pessoas que as cercam. Desenvolvendo atividades que priorizem uma educação motora consciente e global com enfoque no comportamento, além de proporcionar o resgate de valores culturais, o aprimoramento do senso estético, e o prazer da atividade lúdica para o desenvolvimento físico, emocional e intelectual. Possibilitando compreender a capacidade e o funcionamento do corpo para usá-lo com expressividade, inteligência, harmonia, responsabilidade e sensibilidade, além de reconhecer de que constituem o corpo (pele, músculos e ossos) e suas funções (proteção, movimento e estrutura). A observação e análise corporal, como forma, volume e peso. A experimentação dos tipos de locomoção, deslocamento e orientação (caminhos, direções e planos), o corpo no espaço, considerando as mudanças de velocidade, tempo, ritmo e o espaço ocupado pelas diversas atividades. Improvisar e criar sequências de gestos com os outros colegas.

 

  • LINGUAGEM TEATRAL: CENÁRIO, ROTEIRO E DRAMATURGIA.

Aproximar os alunos do teatro por meio da criação de cenários mostrando que no teatro os objetos podem ter diversas funções.
Possibilitar a improvisação de uma história com base num cenário.
Fazer o aluno compartilhar suas criações com os outros. Vivenciar a ação por meio da expressão corporal e oral, permitindo a apreciação teatral.

 

4º ano E.F. e 5º ano E.F.

 

  • OFICINA MULTIDISCIPLINAR: TEXTO E CONTEXTO

Esta oficina se destaca por estimular no aluno a ampliação das habilidades expressivas e comunicativas (verbais e não verbais). Em suma, um trabalho que concebe linguagem e escrita de uma forma mais ampla, ou seja, empresta-lhes sentidos que abrangem outros modos de ver, tanto a linguagem como a escrita, permitindo àqueles que utilizam a língua na forma escrita um imenso leque de possibilidades linguísticas, trabalhando determinado contexto capaz de constituir o prazer, o gosto pela escrita; consequentemente, de constituir sujeitos autores. A ideia promove momentos de leitura em diversas linguagens, entretecendo-as com textos orais, escritos ou em imagem, trabalhados a partir da experimentação de materiais lúdicos em formas de jogos, como: jornal, revistas, livros, criação de desenhos em quadrinhos, obras de arte. Atividades enfatizando a importância do diálogo, do debate, do questionamento e reflexão que possibilitem a produção de textos diversos por parte dos alunos, individualmente ou em grupo.

Sendo assim, o aluno é motivado a desenvolver sua criatividade e expressar-se de maneira espontânea, tendo a oportunidade de perceber melhor o seu “padrão” comunicativo, enfrentar bloqueios e rever suas posturas cotidianas para, assim, torná-las melhores e mais assertivas e com autonomia de sua autoria.

 

  • DANÇA LIVRE

Reconhecer, distinguir e expressar diferentes modalidades de movimento e suas combinações como são apresentadas nos vários estilos de dança e música. Contextualizar a produção em dança e compreender como ela é uma manifestação autêntica e representante de determinada cultura.

  • LINGUAGEM TEATRAL: INTERPRETAÇÃO E IMPROVISAÇÃO

Durante as aulas, aprendem-se técnicas de relaxamento, vocalização, maquiagem e interpretação. Através de linguagens artísticas, leitura de textos e contos os alunos preparam-se para improvisar. Estes procedimentos são fundamentais para que os alunos soltem a imaginação e aumentam o repertório intelectual, corporal e estético.

 

ATIVIDADES FÍSICAS

As atividades físicas – terrestres e aquáticas – proporcionadas pelo integral visam à ampliação das vivências corporais dos estudantes, por meio de uma sequência pedagógica de desenvolvimento de competências e habilidades que auxiliam na formação da identidade e autonomia corporal, favorecendo a melhora da autoestima, do equilíbrio, da destreza motora, levando-os a ter mais confiança nas suas potencialidades.

Nosso objetivo principal é promover atividades que permitam aos estudantes o conhecimento de seu próprio corpo e de suas possibilidades através da prática de atividades corporais e desportivas diferenciadas de maneira que, no futuro, possa escolher as mais convenientes para o seu desenvolvimento pessoal.

Atividades terrestres  

1ª etapa

 

2ª etapa

 

3ª etapa

 

Mat. III

psicomotricidade

 

jogos educativos/cooperativos futsal – mini -jogo
 

1º Educ. Inf.

educação psicomotora jogos esportivos adaptados a modalidades olímpicas futsal – dimensões motora, cognitiva e afetivo -social
 

2º Educ. Inf.

prevenção psicomotora iniciação aos fundamentos de futsal jogos motores

com bolas

 

1º Ens. Fund.

circuitos psicomotores/lúdicos futsal – espaço/tempo fundamentos esportes alternativos olímpicos de campo
 

2º Ens. Fund.

estafetas – físicas recreativas futsal   – vivências

técnicas individuais

jogos de rua /folclóricos
 

3º Ens. Fund.

composição corporal

desempenho motor

futsal – físico/técnico/tático jogos   condicionados

esportes de campo

 

4º Ens. Fund.

iniciação   g. artística

jogos de raquetes

futsal –   intenções táticas – regras iniciação ao mini-handebol e basquetinho
 

5º Ens. Fund.

 

ginástica   de solo

futsal – treinamento

sistemas de jogo

iniciação ao mini-voleibol – fut campo

 

Atividades aquáticas  

1ª etapa

 

2ª etapa

 

3ª etapa

 

Mat. III

natação – adaptação ao meio líquido deslocamentos com variações jogos aquáticos cooperativos /educativos
 

1º Educ. Inf.

natação – autonomia no meio aquático iniciação

propulsão – respiração

jogos aquáticos habilidades de equilíbrio nado crawl
 

2º Educ. Inf.

fundamentos da natação propulsão – respiração

visão sub-aquática

jogos de ações alternadas braços/pernas
 

1º Ens. Fund.

iniciação nado crawl

 

coord. de movimentos pernada /braçada jogos   aquáticos condicionados
 

2º Ens. Fund.

nado crawl

 

nado crawl/costas mergulho / saídas dos nados
 

3º Ens. Fund.

aperfeiçoamento crawl e costas iniciação   nado de peito familiarização

pólo   aquático

 

4º Ens. Fund.

aprimorando habilidades crawl/costas/peito dominando 3 estilos

preparando competidores

fundamentos pólo aquático
 

5º Ens. Fund.

dominando 3 estilos

provas de natação

pólo aquático

noções ritmo/tempo

pólo aquático

prática / regras

 

X. PROGRAMAÇÃO DO PERÍODO INTEGRAL

TURNO MATUTINO

Café da manhã Aulas especializadas

Atividades físicas, dança criativa, linguagem teatral, oficina multidisciplinar

Acompanhamento das tarefas de casa Banho
Estudo Dirigido Almoço
Atividades diversificadas de ampliação da aprendizagem Descanso
Colação Encaminhamento à escolaridade
TURNO VESPERTINO  
Almoço Atividades diversificadas de ampliação da aprendizagem  
Acompanhamento das tarefas de casa Lanche  
Estudo Dirigido Aulas especializadas

Atividades físicas, dança criativa, linguagem teatral, oficina multidisciplinar

 
Banho  

 

XI. ALIMENTAÇÃO, HIGIENE E DESCANSO

 

Alimentação:

Café da manhã (turno matutino)

Colação (turno matutino)

Almoço

Lanche (turno vespertino)

 

Cardápio – É elaborado por uma nutricionista em parceria com o colégio e enviado mensalmente para o acompanhamento da família.

As refeições são acompanhadas pela equipe do integral que estimula a experimentação e hábitos saudáveis de alimentação.

 

Higiene e descanso:

A família deve enviar toalha de banho e uniforme extra para os banhos que são realizados diariamente.

 

PUBLICAÇÕES

Aqui você encontra os comunicados sobre os estudantes do Marista em Tempo Integral, oferecido na Educação Infantil (a partir do Maternal III) e no Ensino Fundamental I (do 1º ao 5º ano).

 

Fevereiro  |  2014