História

São Marcelino Champagnat, o fundador do Instituto dos Irmãos Maristas

São Marcelino Champagnat, o fundador do Instituto dos Irmãos Maristas

Champagnat nasceu na França, no dia 20 de maio de 1789. Seus pais, João Batista Champagnat e Maria Chirat, educaram-no na fé cristã. Aprendeu, em casa, as primeiras letras com uma tia paterna religiosa, refugiada no lar Champagnat por causa da Revolução. A visita de um sacerdote à procura de candidatos para o seminário mudou-lhe o rumo da vida, pois decidira seguir o chamado de Deus. Enfrentou muitas dificuldades para custear os estudos, até mesmo teve que vender as poucas ovelhas que possuía. Ingressou no seminário aos 17 anos, onde se destacou por sua liderança.

Seguindo o apelo interior: “Deus o quer”, foi ordenado padre em 1816, quando foi enviado a La Valla, paróquia pobre no meio das montanhas do Pilat.  A visita a João Batista Montagne, um rapaz que agonizava e não conhecia as verdades da religião, o levou a fundar o Instituto dos Irmãozinhos de Maria, ou seja, o Instituto dos Irmãos Maristas, cuja missão é até hoje, formar integralmente crianças, adolescentes e jovens. Isso ocorreu em 02 de janeiro de 1817.

Marcelino Champagnat faleceu no dia 06 de junho de 1840, com 51 anos de idade, deixando 280 irmãos que atuavam em 48 escolas. A Igreja o declarou bem-aventurado em 1955, como modelo de uma vida devotada inteiramente à juventude e, no dia 18 de abril de 1999, foi canonizado pelo Papa João Paulo II. Hoje a missão Marista se concretiza em 79 países, em diversas frentes de trabalho, atingindo milhares de crianças, de adolescentes e jovens.

A presença Marista no Brasil

Os maristas têm contribuído para a educação no Brasil há mais de um século. Desembarcando no Porto do Rio de Janeiro (RJ) em 15 de outubro de 1897, logo se deslocaram para Congonhas do Campo (MG).

Atualmente, a presença marista no país está organizada em três Províncias e um Distrito: Província Marista Brasil Centro-Norte, Província Marista Brasil Centro-Sul, Província Marista Brasil Rio Grande do Sul e Distrito Marista da Amazônia.

A atuação marista no Brasil abrange Instituições de Ensino Superior e de Educação Básica, Unidades Sociais, Meios de Comunicação, Editoras, Hospitais, Centros de Pastoral e Juventude, constituindo aproximadamente 70 mil estudantes em todo o território nacional. Essa atuação é fortemente marcada por uma parceria entre Irmãos, Leigas e Leigos no que concerne à missão marista. Tal parceria se traduz na corresponsabilidade  à frente de cada obra, bem como conhecimento e comunhão na vivência da espiritualidade herdada de São Marcelino Champagnat.

O Colégio Marista Pio X

O Colégio Marista Pio X foi fundado em 04 de março de 1894, ficando provisoriamente instalado no palacete Abiahy, então residência episcopal. Transportou-se logo depois para o antigo Convento de São Francisco, ali permanecendo durante 16 anos, juntamente com o seminário, tendo cada um, porém seu regime.

O Colégio Pio X nasceu do ingente plano de reconstrução social do primeiro bispo da Paraíba, O Exmo. Rev. Dom Adauto Aurélio de Miranda Henriques,iniciando suas atividades educativas no dia 26 de abril de 1894, com a matrícula de dez alunos.

A partir dessa data até 1927, o Colégio Pio X esteve sob a direção de padres, do virtuoso clero secular da Paraíba, tão bem formado e cheio de zelo. No início de 1927, Os Irmãos Maristas, foram convidados para assumir a direção do Colégio Pio X. Seu primeiro Diretor foi Ir. Mário Elói, cujo mandato se estendeu até 1934, quando o Colégio Pio X retornou à Diocese por término de contrato.

Em 1943, atendendo ao honroso convite de Dom Moisés Coelho e do Dr. Ruy Carneiro, então Interventor Federal, os Irmãos Maristas reassumiram a Direção do Colégio Pio X. Para importante cargo, foi designado o Ir. Antônio Reginaldo, saudosa memória, que reabriu o Colégio Pio X com 390 alunos.

A partir dessa data os Irmãos Maristas foram desenvolvendo um Projeto Educativo marcado pela dimensão acadêmica, por uma efetiva ação pastoral, pelas práticas esportivas e pela arte e cultura. A história credencia o Colégio Marista Pio X como a maior e mais importante instituição de ensino particular de educação básica do estado da Paraíba, formando respeitáveis lideranças da sociedade paraibana e educando várias gerações.